1. Seu ciclo
  2. Menopausa
  3. Mudanças

Padrões de verificação de fatos do Flo

Todo o conteúdo do Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

Envelhecimento e saúde sexual

Atualmente, as pessoas vivem e permanecem sexualmente ativas por mais tempo do que antigamente. Então como você pode apimentar sua vida sexual na melhor idade? 

Em conjunto com o Conselho Europeu e a Universidade de Ginecologia e Obstetrícia, vamos compartilhar algumas dicas para ajudar a melhorar o sexo após a menopausa.

A menopausa marca a fase final do ciclo da vida reprodutiva da mulher e é definida como a data de ocorrência da última menstruação natural. Ela não acontece de repente, e é por isso que geralmente esperamos um ano sem menstruar para ter certeza de que a menopausa aconteceu. O processo começa com uma diminuição gradual da produção dos hormônios sexuais, a chamada perimenopausa, que provoca a interrupção das funções reprodutivas e menstruais. Nessa fase, irregularidades menstruais são bastante frequentes.

Em termos gerais, a menopausa acontece entre os 45 e 55 anos de idade, e a transição para a menopausa começa entre três a sete anos antes disso. 

A menopausa começa quando os ovários param de produzir ou produzem muito pouco estrogênio, o que provoca o fim do ciclo menstrual. Apesar disso, só é considerado que uma mulher entrou oficialmente na menopausa um ano após a última menstruação.

A queda dos níveis de estrogênio pode dar origem a outros sintomas comuns, tais como:

  • flutuações de humor;
  • fadiga e insônia;
  • sudorese e ondas de calor;
  • depressão;
  • palpitações cardíacas;
  • dor ou desconforto muscular e nas articulações; 
  • ressecamento vaginal.

Uma queda nos hormônios sexuais durante a perimenopausa não necessariamente diminui sua excitação sexual. O prazer derivado do sexo depende não apenas de hormônios, mas também de autoconfiança e paz interior. Além disso, já foi observado que muitas mulheres já atingiram seus objetivos de carreira quando a menopausa começa, então elas estão expostas a menos estresse — o que é bom para a vida sexual. Também não há necessidade de usar qualquer método contraceptivo, o que pode ter um efeito positivo na vida sexual de algumas pessoas.

No entanto, para algumas, essa queda nos hormônios sexuais pode causar secura vaginal, o que pode fazer com que o tecido vaginal se torne menos elástico e mais fino, possivelmente causando dor durante a relação sexual. Geralmente, a secura vaginal é acompanhada por uma diminuição na libido ou medo de sentir dor durante o sexo.

Aqui estão algumas dicas para ter uma vida sexual prazerosa depois da menopausa.

1. Lubrificantes e hidratantes

Uma das melhores formas de diminuir a secura durante o sexo é aumentar a umidade com um lubrificante íntimo que possa ser aplicado nas genitais.

2. Terapia de reposição hormonal

A terapia hormonal pós-menopausa (THPM) pode ajudar a eliminar a deficiência de estrogênio. Os medicamentos envolvidos na THPM contêm análogos dos hormônios sexuais femininos estrogênio e progesterona, podendo ser usados por via oral ou através da pele e da vagina.

É importante se lembrar de que a menopausa é apenas outra fase da vida, e a boa notícia é que muitos de seus sintomas podem ser controlados.

Aqui estão alguns pontos adicionais para ter em mente:

  • É possível contrair doenças sexualmente transmissíveis em qualquer idade, então é essencial que pessoas com vários parceiros usem preservativos mesmo após os 50 anos.
  • Durante o primeiro ano após a última menstruação, é importante usar algum método contraceptivo para evitar uma gravidez indesejada, pois a ovulação pode acontecer espontaneamente durante esse período.

Conteúdo criado em associação com o EBCOG, ou European Board & College of Obstetrics and Gynaecology (Conselho Europeu e Faculdade de Obstetrícia e Ginecologia).

https://www.ebcog.org/post/2018/01/21/ageing-and-sexual-health https://www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/sexual-health/in-depth/sexual-health/art-20046698