1. Engravidar
  2. Dificuldade para engravidar
  3. Problemas de fertilidade

Padrões de verificação de fatos do Flo

Todo o conteúdo do Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

Testes de fertilidade para mulheres: uma visão geral e abrangente

A maioria das mulheres com dificuldade para engravidar acabam desfrutando de uma gestação normal e dando à luz a um bebê saudável.

Tenha em mente a seguinte regra prática: após interromper a contracepção e desde que faça sexo regularmente, a maioria dos casais conceberá um bebê dentro de um ano. 

Se você tem menos de 35 anos e está tentando engravidar há um ano sem sucesso, é hora de consultar um médico (caso tenha mais de 35 anos, faça isso após seis meses).

Como testar a fertilidade feminina: tipos de testes

1. Exame cervical

Se você está tendo problemas para engravidar, seu médico pode sugerir um exame de análise do colo do útero (às vezes chamado de Papanicolau). Esses testes verificam a existência de câncer cervical e outros problemas no colo do útero que podem interferir na fertilidade. 

Além disso, você pode discutir com seu médico as opções de exames de diagnóstico de DST.

2. Teste de ovulação

Algumas mulheres têm dificuldade para engravidar devido a problemas de ovulação. Isso pode ser avaliado usando kits de testes de ovulação, comumente encontrados em clínicas e drogarias.

Um teste de ovulação pode ser feito em casa de forma precisa e segura. Esses kits funcionam identificando a presença do hormônio luteinizante na sua urina, cuja concentração aumenta nas 24 a 36 horas que precedem a ovulação. Alguns deles também detectam um aumento de estrogênio antes da ovulação.

3. Exame de ultrassom

Também chamado de ultrassonografia transvaginal, ele é realizado pelo seu médico, que insere um dispositivo de ultrassom semelhante a um tubo na sua vagina. Com esse dispositivo, é possível analisar imagens altamente detalhadas do seu útero e ovários para verificar se há alguma anormalidade. 

O ultrassom utiliza ondas sonoras completamente inofensivas.

4. Exame de sangue hormonal

Inúmeros hormônios podem afetar a fertilidade de uma mulher. Por exemplo, um exame de sangue para progesterona pode ser útil em casos de fertilidade reduzida. Os médicos usam esse exame para determinar se você tem níveis normais de progesterona circulante, indicando a ocorrência da ovulação.

Da mesma forma, também é possível analisar a existência do hormônio folículo-estimulante (FSH) no seu sangue. Esse hormônio prepara um óvulo para ser liberado de seus ovários. As mulheres com problemas de fertilidade às vezes apresentam níveis excessivamente altos de FSH.

Seu médico também pode sugerir exames para o hormônio prolactina se você estiver com problemas para engravidar. A prolactina é produzida principalmente na glândula pituitária (hipófise), e seus altos níveis podem bloquear a ovulação.

Um tumor benigno na hipófise, ou prolactinoma, pode causar níveis elevados de prolactina no sangue (hiperprolactinemia). Os problemas de tireoide, assim como alguns medicamentos que reduzem os níveis de dopamina, também podem causar hiperprolactinemia.

5. Histerossalpingografia

A saúde do seu útero, ovários e tubas uterinas é um fator importante quando se tenta engravidar. Seu médico pode oferecer várias maneiras de identificar problemas no seu sistema reprodutor. 

Uma histerossalpingografia (HSG), às vezes referida como “histerossalpingograma”, permite ao médico examinar a condição de suas tubas uterinas.

6. Histeroscopia

Um histeroscópio é um tubo fino e flexível com uma câmera em uma extremidade. Para realizar uma histeroscopia, seu médico passará este tubo pelo cérvix para chegar ao útero. 

O médico pode então visualizar a estrutura do seu sistema reprodutor e coletar amostras de tecido para verificar se há algum sinal de anormalidade.

7. Laparoscopia

Se você e seu médico decidirem que é necessária uma laparoscopia, serão feitas pequenas incisões em sua barriga para inserir uma câmera e outras ferramentas de investigação.

Esse procedimento permite realizar um exame abrangente de toda a pélvis e pode tratar condições como a endometriose (uma doença na qual o revestimento interno do útero, chamado endométrio, cresce externamente).

Outros tipos de exames

Além dos exames acima, várias outras avaliações podem indicar a razão da sua dificuldade para engravidar:

  • Para muitas mulheres, monitorar a temperatura corporal é uma maneira simples de verificar se estão ovulando.
  • Os distúrbios da tireoide e uma série de outras condições podem causar irregularidade ou ausência de ovulação. Seu médico poderá recomendar os exames adequados, caso acredite que tal condição possa estar afetando sua capacidade de conceber.
https://www.webmd.com/infertility-and-reproduction/qa/when-should-you-consider-a-fertility-test

https://www.webmd.com/infertility-and-reproduction/guide/fertility-tests-for-women1#2

https://www.nhs.uk/conditions/infertility/diagnosis/

https://www.nhs.uk/conditions/cervical-screening/

Leia em seguida