1. Engravidar
  2. Tentando engravidar
  3. Monitoramento de ovulação

Padrões de verificação de fatos do Flo

Todo o conteúdo do Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

Quando fazer um teste de ovulação: razões para resultados positivos e negativos

Quando você ovula? Um kit de ovulação ajuda a descobrir! E este guia rápido do Flo vai ensinar você a fazer os testes de ovulação da maneira certa. Vamos falar mais sobre isso.

Com um resultado positivo no teste, é possível saber quando será sua próxima menstruação, já que a ovulação ocorre 12 a 16 dias antes do seu início. 

Não é recomendável usar o teste para monitorar a ovulação com o objetivo de evitar a gravidez.

O teste identifica o pico de LH até 24 a 48 horas antes da ovulação, mas o espermatozoide pode sobreviver no corpo por três a cinco dias.

Portanto, se você tiver relações sexuais antes de identificar o pico de LH, existe a chance de o óvulo ser fertilizado.

Uma forma de prever a ovulação é fazer testes de farmácia. Eles reagem ao hormônio luteinizante na urina, que atinge seu pico 12 a 36 horas antes de o óvulo ser liberado.

Veja as instruções para o teste de ovulação:

  • Você deve começar a fazer os testes vários dias antes da data prevista da ovulação (em um ciclo regular de 28 dias, deve ser entre os dias 11 e 12).
  • Continue fazendo isso até que o resultado dê positivo.
  • O ideal é fazer os testes duas vezes ao dia, mas não use a primeira urina da manhã.
  • Antes do procedimento, não beba muita água e fique cerca de quatro horas sem urinar.
  • Siga as instruções corretamente: colete a urina em um recipiente limpo, insira a fita do teste por no máximo dez segundos e verifique o resultado em até dez minutos.
  • Se a segunda linha estiver nítida, a ovulação vai acontecer nas próximas 12 a 36 horas; uma linha fraca significa um resultado negativo para a ovulação.

Para determinar os dias férteis com mais precisão, você ainda pode medir sua temperatura basal, monitorar o muco cervical durante o ciclo e monitorar a ovulação via ultrassom.

O pico do hormônio luteinizante (LH), detectado na urina pouco antes da ovulação, varia em nível e duração para cada mulher.

Às vezes, o tempo do pico do LH dura apenas algumas horas e só pode ser determinado durante esse curto período.

Para não perder o pico do hormônio, é melhor testar duas vezes ao dia, exatamente à mesma hora.

Se o tempo de pico for longo (mais de 24 horas), um teste será suficiente para indicar um aumento do nível do hormônio na urina.

Se der positivo (ou seja, foi detectado o pico de LH), a ovulação vai ocorrer nas próximas 12 a 36 horas.

Portanto, se estiver planejando conceber, é recomendável ter relações sexuais no primeiro dia de teste positivo, bem como nos três dias seguintes.

Geralmente, os testes que reagem ao hormônio luteinizante (LH) na urina são feitos alguns dias antes da data prevista para a ovulação.

Se o ciclo menstrual for regular, os dados de partida serão aproximadamente os seguintes:

  • duração do ciclo menstrual: 28 dias;
  • fase lútea (da ovulação à menstruação, bastante estável, dura de 12 a 14 dias);
  • o começo do teste: três dias antes da ovulação.

Fazendo a conta, 28 − 14 − 3 = 11. Dessa forma, é necessário iniciar os testes a partir do 11º dia do ciclo (contando a partir do primeiro dia da sua menstruação).

Os ciclos menstruais irregulares tornam tudo um pouco mais complicado.

A melhor opção é determinar seu ciclo mais curto nos últimos seis e usá-lo como referência.

Por exemplo, seu ciclo mais curto foi de 21 dias. Sua fase lútea é estável e dura 14 dias.

21 – 14 = 7

Assim, a ovulação está prevista para ocorrer no 7º dia. Portanto, você deve iniciar os testes três dias antes disso: a partir do 4º dia do ciclo menstrual.

Os testes de ovulação podem ajudar a determinar se a duração da sua fase lútea é maior ou menor do que 14 dias.

Os testes de ovulação apontam a presença do hormônio luteinizante (LH) na urina. No prazo de 12 a 36 horas após o aumento dos níveis hormonais, um folículo se rompe, um óvulo é liberado e a ovulação acontece.

No entanto, esse processo fisiológico pode falhar.

Existem diversas razões para os testes de ovulação serem imprecisos:

  • No caso de ovários policísticos, um teste indica o surto de LH, mas a ovulação pode não ocorrer.
  • Com a luteinização de um folículo não rompido, há nível de LH suficiente para ser detectado por um teste, mas o óvulo não sai do ovário.
  • Se houver anormalidades no hipotálamo, a produção de LH não funciona corretamente; o nível hormonal pode ser alto, mas a ovulação não ocorre.

Para identificar a ovulação, é melhor aplicar uma combinação de métodos: fazer testes de ovulação; medir a temperatura corporal basal; e monitorar mudanças no muco cervical.

Atualmente, existe uma grande variedade de testes de ovulação. As principais diferenças estão no preço, precisão, parâmetros para determinar a proximidade da ovulação e conveniência.

Os mais comuns são as tiras de teste e os dispositivos digitais que detectam o aumento do nível do hormônio luteinizante (LH) na urina. Externamente, eles parecem um teste de gravidez.

As tiras de teste se distinguem em termos de sensibilidade, que é medida em unidades internacionais por litro, ou UI/L. Esse parâmetro indica a quantidade mínima de LH que o teste consegue detectar na urina (de 10 a 40 UI/L).

Ou seja, os testes de alta sensibilidade (10 UI/L) têm maior probabilidade de detectar um aumento no nível de LH, mesmo que seu pico seja baixo.

Alguns sistemas de teste também indicam o pico de estrogênio, que precede ao aumento do LH. Isso ajuda a identificar o início do período fértil mais cedo do que apenas o teste de LH.

A maioria dos testes de ovulação de farmácia é baseada na detecção de um pico do hormônio luteinizante (LH) na urina, que ocorre de 12 a 36 horas antes do óvulo ser liberado do folículo.

Esse intervalo de tempo e as primeiras 24 horas após a ovulação são chamados de período fértil, quando as chances de conceber são mais altas.

Existem também os sistemas de teste que indicam o aumento dos níveis de LH e estrona-3-glicuronídeo (E-3-G) na urina.

O E-3-G é um produto de decomposição estrogênica, e seu nível aumenta no sangue e na urina antes do pico de LH, permitindo determinar o período favorável à concepção com muito mais antecedência.

O período fértil determinado por esse teste é de cerca de seis dias.

O pico de E-3-G é detectado cinco dias antes da ovulação, o que significa que ela está se aproximando.

A partir desse momento, você pode começar a ter relações sexuais regularmente. O espermatozoide pode sobreviver até cinco dias no corpo feminino à espera de um óvulo maduro para fecundar.

Um resultado de teste positivo indica um pico de LH e que a ovulação deverá ocorrer nas próximas 24 a 36 horas.

No entanto, isso pode ser diferente para algumas mulheres. Você deve ter relações sexuais no dia que o resultado der positivo e nos três dias seguintes.

Um teste de ovulação positivo representa sua melhor oportunidade de engravidar. Se você não tiver certeza do resultado, leia o livreto que acompanha o kit de ovulação.

O Flo disponibiliza as mais valiosas informações para ajudar a descobrir a melhor época do mês para conceber.

Um resultado de teste negativo significa que você não está com um pico de LH e não houve ovulação. Se não tiver certeza sobre os resultados, consulte o livreto que acompanha o teste.

Razões para resultados negativos:

  • utilização da primeira urina da manhã;
  • concentração de LH muito baixa para ser detectada;
  • teste realizado muito cedo ou muito tarde no ciclo menstrual.

É complicado prever o pico de LH, por isso não se preocupe se tiver outro resultado negativo para o teste de ovulação. Ele pode ter acontecido antes do planejado.

Para um resultado mais preciso, os médicos sugerem fazer dois testes ao dia, com um intervalo de no mínimo dez horas. Repita durante os dias que antecedem a ovulação.

Registre os resultados dos seus testes de ovulação no nosso aplicativo para fazermos previsões ainda mais precisas.

Os testes de ovulação são uma maneira conveniente de determinar os dias férteis.

Eles indicam um aumento do nível do hormônio luteinizante (LH) na urina. Por norma, o LH atinge seu pico de 12 a 36 horas antes da ovulação.

Você pode fazer um teste de ovulação em casa; ele é relativamente barato quando comparado ao custo de um ultrassom.

O teste de ovulação pode dar negativo pelas seguintes razões:

  • O período do pico de LH foi curto e ele passou despercebido. É por isso que o teste deve ser feito duas vezes ao dia.
  • Em alguns ciclos, a ovulação não ocorre devido a estresse, atividade física intensa, mudanças súbitas de peso ou clima incomum.
  • Se o seu ciclo menstrual for longo, você pode ter feito o teste muito cedo. Você deve começar os testes 17 dias antes da previsão de chegada da menstruação, ou nos três dias que antecedem a data esperada para ovulação. Continue testando até obter um resultado positivo.
  • O teste foi executado incorretamente. Por exemplo, sua urina foi diluída ou você não seguiu as instruções.

Seja paciente e registre os resultados do teste por pelo menos três ciclos menstruais.

Para obter um resultado mais confiável, você pode experimentar outros métodos disponíveis, como medir sua temperatura basal e monitorar as alterações no muco cervical.

https://www.fda.gov/MedicalDevices/ProductsandMedicalProcedures/InVitroDiagnostics/HomeUseTests/ucm126065.htm

https://medlineplus.gov/ency/article/007062.htm

http://americanpregnancy.org/getting-pregnant/ovulation-tests/

http://www.conceiveeasy.com/get-pregnant/negative-ovulation-test-results/ 

http://americanpregnancy.org/getting-pregnant/ovulation-kits/


Leia em seguida