O anticoncepcional pode causar acne?

    Atualizado em 15 de fevereiro de 2022 |
    Publicação 31 de maio de 2019
    Informação verificada
    Revisão médica por Anna Klepchukova, MD, Anna Klepchukova, MD, ACIM — Diretora científica na empresa Flo
    Padrões de verificação de fatos do Flo

    Todo o conteúdo da Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

    Para muitas pessoas, ter uma pele mais pura é apenas um efeito colateral positivo do uso de pílulas anticoncepcionais. Outras, todavia, parecem ter surtos de acne quando começam a tomar anticoncepcionais. Entender como funciona a contracepção hormonal pode esclarecer o motivo de ambos os resultados serem possíveis.

    Por que alguns anticoncepcionais fazem mal à sua pele

    Diferentes pílulas anticoncepcionais contam com formulações distintas, e os efeitos colaterais dos seus compostos químicos podem variar de pessoa para pessoa.

    É por isso que você pode ter uma amiga que adora as pílulas anticoncepcionais, ao contrário de você, que teve muitos efeitos colaterais negativos quando as experimentou. Veja uma análise mais aprofundada de como as pílulas anticoncepcionais podem se diferenciar e que efeito podem causar no seu corpo.

    Existem muitas opções de pílulas anticoncepcionais no mercado. Todas impedem a gravidez, mas nem todas contêm os mesmos ingredientes. A maioria dos contraceptivos hormonais contém estrogênio e progestina.

    Como o Flo pode ajudar você?

    Diferentes contraceptivos usam diferentes tipos de progestina, e cada tipo de progestina pode afetar seu corpo de forma diferente.

    Existem algumas opções de contracepção que podem aumentar as chances de surtos de acne. Isso acontece devido à presença de progestina que causa um efeito androgênico no seu corpo.

    O que são andrógenos?

    Andrógenos são hormônios sexuais masculinos produzidos pelas glândulas suprarrenais e pelos ovários. Os corpos femininos também produzem esses hormônios, mas em quantidades muito menores.

    No entanto, existem alguns tipos de métodos contraceptivos que usam uma progestina sintética que apresenta um efeito androgênico. Eles aumentam a quantidade de andrógenos em seu corpo, podendo causar calvície, crescimento de pelos indesejados e acne.

    O aumento de andrógenos pode desencadear uma produção excessiva de sebo, uma substância oleosa ou cerosa que a nossa pele produz como proteção. O excesso de sebo pode entupir nossos poros, retendo a pele morta e a sujeira e causando a formação de espinhas.

    Acne após a interrupção do anticoncepcional

    Algumas pessoas não apresentam acne enquanto tomam anticoncepcionais, mas começam a ter surtos ao interromperem o uso. Isso acontece devido à forma como os anticoncepcionais regulavam seus hormônios.

    As pílulas anticoncepcionais hormonais, como os contraceptivos orais combinados, suprimem os hormônios naturais, inclusive a testosterona. Quando você deixa de tomar essas pílulas, os andrógenos podem aumentar, o que resulta em acne.

    Ao escolher uma pílula anticoncepcional, pode ser útil fazer a sua própria pesquisa. Visitar o site de cada medicamento e ler sua composição pode ajudar você a evitar um contraceptivo com efeito androgênico. Falar abertamente com o seu médico sobre suas preocupações também pode ajudar.

    Que tipo de pílulas anticoncepcionais pode ajudar a tratar a acne?

    Embora alguns tipos de contracepção hormonal possam causar acne, também existem pílulas que ajudam a tratá-la.

    A Agência de Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (Food and Drug Administration, FDA) aprovou vários tipos de pílulas anticoncepcionais para tratar a acne. Todos são contraceptivos orais combinados que contêm estrogênio e progestina. Isso significa que você não precisa tomá-los exatamente na mesma hora, todos os dias.

    Existem muitas opções de contracepção no mercado. Você pode ter que fazer uma pesquisa para escolher a melhor para você, além de conversar com seu médico ou ginecologista. Caso apresente efeitos colaterais negativos devido ao seu anticoncepcional, o ideal seria trocar de medicamento.

    Pode levar algum tempo para encontrar o que funciona melhor para o seu corpo, mas você merece um método contraceptivo que não a faça se sentir pior. Caso não consiga encontrar uma pílula que funcione para você, métodos não hormonais de contracepção (como o DIU de cobre ou preservativos) também são opções a serem consideradas.

    Para conhecer os padrões do seu corpo, é bom usar um aplicativo como o Flo, que conta com um calendário menstrual completo, incluindo monitoramento do período fértil, secreção vaginal e sintomas mais comuns, como acne. Aproveite também artigos sobre todos os assuntos da saúde feminina, desde o que é o hímen até sangramento após a relação. Sempre na palma da mão, o Flo ajuda você a se conhecer melhor.

    Histórico de atualizações

    Versão atual (15 de fevereiro de 2022)

    Revisão médica por Anna Klepchukova, MD, Anna Klepchukova, MD, ACIM — Diretora científica na empresa Flo

    Publicação (31 de maio de 2019)

    Neste artigo

      Experimente o Flo

      Sign up for our newsletter

      Our latest articles and news straight to your inbox.

      Thanks for signing up

      We're testing right now so not collecting email addresses, but hoping to add this feature very soon.