Biblioteca de saúde
Biblioteca de saúde
Calculadoras
Calculadoras
Sobre
Sobre
    O Flo a Dois chegou! Descubra as vantagens do app e saiba como criar sua conta

    ​Quanto tempo demora a fecundação após a relação sexual? Uma linha do tempo

    Publicação 02 de outubro de 2023
    Informação verificada
    Dra. Jenna Flanagan
    Revisão médica por Dra. Jenna Flanagan, Ginecologista obstetra generalista acadêmica, Centro Médico Beth Israel Deaconess, Massachusetts, EUA
    Escrito por Chloe Lovell
    Padrões de verificação de fatos do Flo

    Todo o conteúdo da Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

    De acordo com as aulas de educação sexual, você faz sexo e engravida. Mas o que acontece nesse meio-tempo?

    Se você estiver tentando engravidar, é normal querer saber como todo o processo funciona nos mínimos detalhes. Talvez você tenha aprendido alguma coisa nas aulas de biologia ou de educação sexual, mas o assunto era basicamente como não engravidar, o que não é muito útil nessa situação.

    A possibilidade de usar seu corpo de uma maneira totalmente nova pode estar levando você a pesquisar coisas como “Após a relação, quanto tempo demora para engravidar?”. Tentar conceber um bebê pode despertar uma certa curiosidade sobre seu sistema reprodutor, e quanto mais você souber, mais preparo terá para lidar com tudo isso.

    Aqui no Flo, temos todas as respostas necessárias. Este guia especializado inclui informações sobre como engravidar, além de uma linha do tempo que explica quantos dias após a relação ocorre a fecundação e quando os sintomas podem surgir para que você entenda melhor o processo. 

    Quanto tempo depois da relação se engravida?

    Você pode achar que depois de fazer sexo sem proteção, a gravidez ocorre imediatamente. Mas, como essa linha do tempo revela, não é bem assim. Muitas etapas precisam acontecer para que um embrião (que se tornará um feto depois) seja criado, ou seja, a gestação só se concretiza fisicamente alguns dias depois da relação sexual. Mas quando datamos uma gravidez (isto é, a idade gestacional), o primeiro dia do seu último período menstrual é considerado o ponto inicial. Isso significa que quando as pessoas descobrem que estão grávidas depois de não menstruarem, elas estão tecnicamente com quatro semanas de gestação (ou mais).

    Linha do tempo mostrando quanto tempo demora a fecundação após a relação

    Para entender os detalhes de quanto tempo depois da relação ocorre a fecundação, vamos rever alguns conceitos básicos. Há um determinado intervalo de tempo (conhecido como período fértil) no seu ciclo em que existe uma possibilidade maior de você engravidar: cinco dias antes da ovulação, no dia da ovulação ou no dia seguinte a esse.

    A ovulação é quando um óvulo é liberado dos seus ovários e transportado para as tubas uterinas. O óvulo só fica ativo por até 24 horas antes de se desintegrar. Mas se durante esse curto tempo ele for fecundado por um espermatozoide (que precisa competir com outros para chegar ali), pode ocorrer uma gravidez. 

    Também é possível engravidar se você tiver feito sexo alguns dias antes da ovulação. Isso porque os espermatozoides podem ficar no trato reprodutor por até cinco dias: se um óvulo for liberado, um deles pode fecundá-lo. 

    Mas não pense que ter relações sexuais sem proteção no seu período fértil sempre resultará em gravidez. Em média, acredita-se que casais saudáveis em idade fértil têm cerca de 20% de chance de concepção em qualquer mês. E não perca as esperanças se isso não acontecer logo: depois de começarem a tentar, 45% dos casais engravidam em 3 meses, 65% em 6 meses e 85% em 1 ano.

    Linha do tempo de quantos dias após a relação ocorre a fecundação

    Agora que sabemos mais ou menos em que momento do seu ciclo menstrual é possível ocorrer concepção (você pode prever seu período fértil usando nossa calculadora de ovulação). Vamos entender exatamente o que acontece depois do sexo sem proteção. Pedimos à Dra. Jane Van Dis, professora assistente de ginecologia e obstetrícia na Universidade de Rochester, em Nova York, EUA, para esclarecer todos esses detalhes.

    Entre 15 e 45 minutos depois do sexo: a jornada dos espermatozoides

    Quanto tempo demora a fecundação após a relação

    Quanto tempo leva para o esperma fecundar o óvulo? Para que após a relação ocorra a gravidez, primeiro é preciso que o espermatozoide passe pela vagina, pelo colo do útero e ache a tuba uterina que contém o óvulo no dia da ovulação. Em geral, a distância percorrida fica entre 15 e 18 cm e leva cerca de 15 a 45 minutos. Durante essa jornada, centenas de milhões de espermatozoides acabam ficando para trás e não chegam ao ponto final. A estimativa é de que 300 milhões de espermatozoides sejam liberados na ejaculação, mas só uns 200 cheguem ao óvulo.

    Entre 45 minutos e 5 dias após o sexo: fecundação

    Quanto tempo demora a fecundação após a relação

    Sabemos que nem sempre há um óvulo nas tubas uterinas quando o espermatozoide chega lá. Nesse caso, o espermatozoide pode esperar por um óvulo no trato reprodutor por até cinco dias e fecundá-lo. A Dra. Van Dis explica que a fecundação é “o processo em que o espermatozoide atravessa a parede do óvulo”. Assim é criado um óvulo fecundado, cientificamente chamado de zigoto, que mais tarde se tornará o embrião.

    Apenas um espermatozoide pode fecundar um óvulo, graças a um mecanismo engenhoso: o revestimento externo do óvulo endurece imediatamente após o primeiro espermatozoide perfurá-lo, impedindo que outros façam o mesmo.

    Entre 6 e 10 dias após o sexo: implantação

    Quanto tempo demora a fecundação após a relação

    A próxima etapa de desenvolvimento da gravidez é a implantação, mas quanto tempo depois da relação ela ocorre?

    Assim que é fecundado, o óvulo começa a se dividir rapidamente até se tornar um conjunto de células que, mais tarde, se tornará um embrião. Esse conjunto começa uma trajetória própria conforme cresce, saindo das tubas uterinas e indo para o útero, onde a implantação pode acontecer. É quando o óvulo fecundado se fixa no revestimento uterino, e isso ocorre de 6 a 10 dias depois da concepção.

    Em um quarto das gestações, pode surgir um leve sangramento de escape entre 10 e 14 dias após a concepção. Isso se chama “sangramento de implantação” e costuma acontecer na época do seu período menstrual, o que pode ser um pouco confuso. Talvez seja mais difícil identificá-lo, mas ele tende a ser mais leve do que sua menstruação normal. Se você tiver um leve sangramento de escape ou outro sangramento diferente da menstruação e suspeitar que está grávida, faça um teste de gravidez ou marque uma consulta médica.

    Entre 2 e 4 semanas após o sexo: primeiros sintomas da gravidez

    Quanto tempo demora a fecundação após a relação

    A experiência da gravidez é diferente para cada pessoa, então você pode começar a notar os primeiros sintomas entre 2 e 4 semanas depois da concepção. “O sinal mais comum é o atraso menstrual”, explica a Dra. Van Dis. “Outros indicadores comuns são fadiga, seios sensíveis, micção mais frequente e inchaço”. 

    Alguns dos sinais mais típicos de gravidez são enjoo e vômitos e acontecem em mais de 94% das mulheres, segundo uma pesquisa de 2020 da Universidade de Warwick. A intensidade e a duração da náusea variam de pessoa para pessoa. Para a maioria, esse sintoma desaparece com 14 semanas de gestação, mas tem gente que sente por mais tempo. Se o enjoo da gravidez estiver impactando demais a sua vida, busque aconselhamento médico.

    As emoções também podem oscilar nos estágios iniciais e mais avançados da gestação. A enxurrada de hormônios pode fazer você se sentir feliz em um momento e triste no outro. Também é provável que sinta dores de cabeça ou nas costas, apetite descontrolado ou aversões alimentares. A área em torno dos mamilos (aréolas) também pode ficar mais escura no início da gravidez. São muitas mudanças!

    Quantos dias após a relação posso fazer o teste de gravidez?

    “A boa notícia é que os testes de gravidez têm conseguido detectar gestações cada vez mais cedo”, diz a Dra. Van Dis. Por outro lado, ainda demora cerca de 15 dias depois do ato sexual para se ter um resultado positivo.

    Então, embora a ansiedade ou o entusiasmo nas duas semanas seguintes à sua ovulação possam falar mais alto, é melhor esperar até pelo menos o primeiro dia de atraso menstrual para fazer um teste de farmácia e obter um resultado mais preciso. 

    Esse tipo de teste identifica o hormônio da gravidez gonadotrofina coriônica humana (hCG), que seu corpo começa a produzir cerca de 10 dias após a fecundação e aumenta aos poucos à medida que o óvulo se torna um embrião. Quando você perceber que a menstruação não veio, se houver gestação, os níveis de hCG estarão altos o suficiente nesse momento para indicar um resultado positivo. 

    Quando tomar contracepção de emergência para prevenir a gravidez após uma relação sexual sem proteção

    Entender quando ocorre a fecundação depois da relação não é útil só quando se está tentando ter um bebê. Essa informação também pode ajudar a prevenir uma gravidez depois do sexo sem contraceptivos, já que assim você vai saber quando usar a contracepção de emergência.

    There are two different forms of emergency contraception: pills and an IUD:

    • DIU de cobre

    O DIU de cobre pode ser usado como contracepção de emergência e é o método mais confiável, com quase 100% de eficácia na prevenção de gestações se inserido até cinco dias após a relação sexual sem proteção.

    • Pílula

    A outra alternativa são dois tipos de pílula do dia seguinte. A primeira é a pílula só de progestina, que supostamente para ou atrasa a liberação do óvulo. Ela pode ser ingerida até três dias depois do sexo para fazer efeito, mas quanto antes, melhor. 

    O outro tipo é a pílula de acetato de ulipristal, que evita a gravidez ao atrapalhar o funcionamento normal da progesterona. Ela também previne a ovulação e pode ser usada até cinco dias após o sexo. De novo: quanto mais cedo ela for tomada, maiores são as chances de não ocorrer uma gravidez inesperada.

    Se você precisar usar qualquer tipo de contracepção de emergência, procure ajuda médica primeiro para ter certeza de que está utilizando o método certo e que não precisa levar mais nada em consideração.

    Como o Flo pode ajudar você?

    Quantos dias após a relação posso engravidar: conclusão

    Agora que você já tem uma ideia melhor de quanto tempo leva para a fecundação acontecer, é importante lembrar que a linha do tempo varia um pouco de pessoa para pessoa. “Não é uma ciência exata”, enfatiza a Dra. Van Dis. Algumas pessoas podem descobrir que estão grávidas uns 15 dias após o sexo, enquanto outras precisam esperar mais tempo (o que é completamente normal). 

    E não se esqueça de que há quem demore mais para conceber, o que também é de se esperar. Vários fatores podem influenciar se e quando a gestação pode ocorrer, incluindo a regularidade do seu ciclo, a contagem de espermatozoides do seu parceiro e sua última ovulação. 

    Monitorar sua menstruação regularmente com um app como o Flo pode ser uma ótima maneira de entender mais sobre sua saúde sexual e seu ciclo, além de ser um recurso importante tanto para a concepção quanto para prevenir uma gravidez não planejada.

    Referências

    Alberts, Bruce et al. Fertilization. Garland Science, 2002.

    Conception: How It Works. Center for Reproductive Health, crh.ucsf.edu/fertility/conception. Acesso em: 23 fev. 2023.

    Doing a Pregnancy Test. NHS, www.nhs.uk/pregnancy/trying-for-a-baby/doing-a-pregnancy-test/. Acesso em: 16 fev. 2023.

    Emergency Contraception. Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas, www.acog.org/clinical/clinical-guidance/practice-bulletin/articles/2015/09/emergency-contraception. Acesso em: 16 fev. 2023.

    Emergency Contraception (Morning After Pill, IUD). NHS, 23 nov. 2022, www.nhs.uk/conditions/contraception/emergency-contraception/.

    Fertilization and Implantation. Mayo Clinic, 15 nov. 2021, www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/pregnancy-week-by-week/multimedia/fertilization-and-implantation/img-20008656.


    Fetal Development: Month-By-Month Stages of Pregnancy. Cleveland Clinic, my.clevelandclinic.org/health/articles/7247-fetal-development-stages-of-growth. Acesso em: 16 fev. 2023.


    Fetal Development: The 1st Trimester, Mayo Clinic, 17 set. 2021, www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/pregnancy-week-by-week/in-depth/prenatal-care/art-20045302.

    Gadsby, Roger et al. Nausea and Vomiting in Pregnancy Is Not Just “Morning Sickness”: Data from a Prospective Cohort Study in the UK. The British Journal of General Practice: The Journal of the Royal College of General Practitioners, v. 70, n. 697, ago. 2020, p. e534–39. 

    Gould, J. E. et al. Assessment of Human Sperm Function after Recovery from the Female Reproductive Tract. Biology of Reproduction, v. 31, n. 5, dez. 1984, p. 888–94.

    Implantation Bleeding. Cleveland Clinic, my.clevelandclinic.org/health/symptoms/24536-implantation-bleeding. Acesso em: 20 fev. 2023.

    Implantation Bleeding: Normal in Early Pregnancy? Mayo Clinic, 9 mai. 2019, www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/pregnancy-week-by-week/expert-answers/implantation-bleeding/faq-20058257.

    Massinde, Anthony et al. Extensive Hyperpigmentation during Pregnancy: A Case Report. Journal of Medical Case Reports, v. 5, set. 2011, p. 464.

    Morning Sickness: Nausea and Vomiting of Pregnancy. Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas, www.acog.org/womens-health/faqs/morning-sickness-nausea-and-vomiting-of-pregnancy. Acesso em: 24 fev. 2023.

    Overview of Infertility. MSD Manual Consumer Version, www.msdmanuals.com/home/women-s-health-issues/infertility/overview-of-infertility. Acesso em: 24 fev. 2023.

    Ovulation Signs: When Is Conception Most Likely? Mayo Clinic, 7 dez. 2021, www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/getting-pregnant/expert-answers/ovulation-signs/faq-20058000.

    Session 24: Ovulation and Fecundity. Human Reproduction, v. 25, suplemento 1, jun. 2010, p. I37–38.

    Settlage, D. S. et al. Sperm Transport from the External Cervical Os to the Fallopian Tubes in Women: A Time and Quantitation Study. Fertility and Sterility, v. 24, n. 9, set. 1973, p. 655–61.

    Signs of Pregnancy/The Pregnancy Test. Stanford Children’s Health, www.stanfordchildrens.org/en/topic/default?id=signs-of-pregnancythe-pregnancy-test-85-P01236&sid=. Acesso em: 24 fev. 2023.

    Su, Hsiu-Wei et al. Detection of Ovulation, a Review of Currently Available Methods. Bioengineering & Translational Medicine, v. 2, n. 3, 2017, p. 238–46, doi.org/10.1002/btm2.

    Su, Ren-Wei e Fazleabas, Asgerally T. Implantation and Establishment of Pregnancy in Human and Nonhuman Primates. Advances in Anatomy, Embryology, and Cell Biology, v. 216, 2015, p. 189–213.

    Symptoms of Pregnancy: What Happens First. Mayo Clinic, 3 dez. 2021, www.mayoclinic.org/healthy-lifestyle/getting-pregnant/in-depth/symptoms-of-pregnancy/art-20043853

    Histórico de atualizações