1. Seu ciclo
  2. Saúde
  3. TPM e TDPM

Padrões de verificação de fatos do Flo

Todo o conteúdo do Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

Causas da fadiga: como combater o cansaço antes de ficar menstruada

Sentir-se cansada de vez em quando é completamente normal. Todos ficam exaustos em determinados períodos da vida. Mas caso se sinta constantemente exausta, você pode estar com um dos principais sintomas da síndrome da fadiga crônica. Dor de cabeça, náusea, perda de apetite e fadiga extrema durante a menstruação também podem ser sinais de que algo não vai bem com seu corpo. Vamos tentar descobrir quais podem ser as causas da fadiga menstrual e o que pode ajudar você a recuperar sua energia.

Existem muitos fatores naturais que afetam sua energia e estado de alerta. Até mesmo a exaustão ocasional é normal.

Mas você sente sua energia despencar quando está perto de ficar menstruada? Se sim, você pode estar sofrendo de fadiga motivada pela tensão pré-menstrual (TPM).

Você não está sozinha. Muitas mulheres sofrem de fadiga extrema antes da chegada da menstruação e a confundem com depressão, preguiça ou isolamento social. Não fique desanimada por se sentir assim.

A tensão pré-menstrual (TPM) é um distúrbio real que pode abalar o que temos de melhor. A fadiga que a acompanha não desaparece sozinha, mas há maneiras de aliviar os sintomas.

O primeiro passo é se afastar de tudo por um tempo e relaxar. Não se sinta mal por ter que parar um pouco. Pelo contrário: você está fazendo muito pela sua saúde e produtividade a longo prazo.

Você não precisa se manter sempre ativa, principalmente na iminência de ficar menstruada. Tirar algum tempo para se recuperar e relaxar pode ser exatamente o que seu corpo precisa para eliminar os sintomas da síndrome da fadiga crônica antes ou durante o período menstrual. 

  • Não dormir o suficiente (insônia, jet lag).
  • Estresse, depressão.
  • Hábitos alimentares pouco saudáveis (salgadinhos, junk food, desnutrição, ingestão abusiva de alimentos, alto consumo de cafeína).
  • Alguns distúrbios crônicos (por exemplo, fibromialgia, diabetes, doenças cardíacas, etc.).
  • Treinos intensos ou ausência de atividade física.
  • Desidratação.
  • Deficiência de ferro.
  • Alguns medicamentos, etc.

Na maioria das vezes, a fadiga pode ser explicada por suas rotinas e hábitos alimentares. Uma alimentação equilibrada ajuda a manter um nível normal de açúcar no sangue.

Para evitar se sentir cansada com a queda dos níveis de açúcar no sangue, experimente tomar café da manhã todos os dias. Para manter uma dieta que combata a síndrome da fadiga crônica, procure incluir proteínas (carne, peixe, feijão, ovos, etc.) e carboidratos complexos (verduras, grãos integrais, massas e pães integrais, batatas, milho, abóbora, feijões, lentilhas e ervilhas) em todas as suas refeições e faça lanches regulares entre elas.

Os três princípios para um plano alimentar saudável contra a fadiga crônica são variedade, moderação e equilíbrio. Eles ajudam na prevenção de todas as causas da fadiga extrema.

Anote suas escolhas alimentares e procure conexões entre o que você come e seus níveis de energia.

Se você está se sentindo cansada, pode ser devido à desidratação. Geralmente, a sensação de sede ocorre depois de o corpo perceber a desidratação, dificultando a capacidade de ter a ingestão de água sempre em dia. 

Experimente:

  • beber água regularmente, desde que não tenha contraindicações envolvendo o consumo excessivo de água;
  • beber pelo menos dois copos de água uma hora antes e uma hora depois de uma atividade física intensa;
  • beber água durante o seu treino.

A síndrome da fadiga crônica (SFC) é uma doença crônica e não está diretamente relacionada com o ciclo menstrual. Mas muitas vezes ela pode piorar em determinadas etapas do seu ciclo menstrual. Outro nome para SCF é encefalomielite miálgica

O principal sintoma da SFC é a constante fadiga e exaustão que afetam drasticamente o dia a dia e não passam depois de descansar ou dormir. 

As causas exatas da SFC ainda são desconhecidas. No entanto, considera-se que os fatores a seguir incentivam o seu desenvolvimento: 

  • infecção viral;
  • infecção bacteriana;
  • inflamação;
  • estresse;
  • medicamentos hormonais;
  • trauma psicológico. 

A SFC/EM envolve múltiplos sintomas, incluindo:

  • ansiedade ou depressão;
  • inchaço;
  • prisão de ventre ou diarreia;
  • perda de memória ou dificuldade para se concentrar;
  • dor de cabeça ou enxaqueca;
  • pressão arterial baixa;
  • náuseas ou vômitos;
  • problemas de sono, etc.

Melhorar a duração e qualidade do sono pode ajudar a aliviar alguns dos sintomas da síndrome da fadiga crônica, como insônia, hipersonia, cansaço após acordar ou alteração do ciclo sono-vigília.

Ao que tudo indica, uma dieta à base de legumes e verduras melhora a saúde e elimina alguns dos sintomas da doença. As pessoas com SFC/EM são aconselhadas a consumir mais vegetais para garantir uma ingestão de nutrientes adequada, reduzir a inflamação e alcançar um peso saudável. 

Monitore os seus sintomas ao longo do tempo. Se eles não desaparecerem em até três meses, consulte o seu médico para que ele prescreva uma medicação adequada.

Qualquer atividade física é uma “bebida” energética para o nosso corpo. Quanto mais ativas somos, mais vigorosas nos tornamos.

Praticar esportes nos ajuda a fortalecer a saúde, ficar em forma e elevar nossa energia e humor. Mesmo que esteja se sentindo muito esgotada, tente encontrar algum tempo para fazer exercícios. Eles recarregarão sua energia e ajudarão você a lidar com as dificuldades do dia a dia. Além disso, contribuirão para mantê-la bem-humorada.

Tente usar todas as oportunidades para se movimentar. Caminhe quando estiver falando ao telefone ou levante-se sempre que puder no trabalho.

Viva uma vida saudável, mantenha-se ativa e aproveite o resultado!

http://www.webmd.com/sleep-disorders/ss/slideshow-fatigue-causes-and-remedies

http://www.webmd.com/women/guide/heavy-period-causes-treatments

http://www.nhs.uk/Conditions/vitamins-minerals/Pages/Iron.aspx

https://www.womenshealth.gov/a-z-topics/chronic-fatigue-syndrome