Primeiros sintomas e sinais de que a menstruação vai descer (para se preparar)

    Atualizado em 23 de novembro de 2022 |
    Publicação 06 de dezembro de 2022
    Informação verificada
    Revisão médica por Dra. Jennifer Boyle, Obstetra e ginecologista, Massachusetts General Hospital, Massachusetts, EUA
    Padrões de verificação de fatos do Flo

    Todo o conteúdo da Flo Health segue os padrões editoriais fundamentais de rigor médico, credibilidade dos dados e informações atualizadas. Para entender como asseguramos a credibilidade das informações sobre saúde e estilo de vida, confira os nossos princípios de revisão de conteúdo.

    O corpo funciona de um jeito curioso para sinalizar que a menstruação está a caminho. Explicamos alguns sintomas pré-menstruais para evitar surpresas.

    Ainda mais desagradável do que a própria menstruação é o período de uma ou duas semanas que a antecede, quando começam os sintomas pré-menstruais. A “tensão pré-menstrual”, que a maioria de nós conhece pela sigla TPM, é muito comum. Na verdade, quase metade das mulheres passa por sintomas da TPM em algum momento da vida. Embora cada pessoa tenha uma experiência diferente, acredita-se que a TPM seja desencadeada pelo mesmo fator: as flutuações nos níveis hormonais durante o ciclo menstrual.

    Os sintomas pré-menstruais não são os mesmos para todo mundo, e podem até mesmo variar de um mês para o outro. Para algumas pessoas, os sintomas da TPM são apenas um pequeno incômodo. Mas para outras, eles chegam a ser debilitantes. 

    Você pode usar a calculadora menstrual do Flo para saber se a menstruação está para vir. No entanto, também é bom conhecer alguns dos sinais de que seu período está chegando. Saber o que acontece antes da menstruação descer ajuda a estocar os produtos para menstruação de sua preferência.

    Como o Flo pode ajudar você?

    O que é a TPM?

    Para lidar melhor com os sintomas da menstruação, você deve reconhecer os sinais de que seu período menstrual está chegando. Mas antes de mais nada: o que causa a TPM? De acordo com o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas, a TPM é um conjunto de sintomas físicos e emocionais que surgem com regularidade (em pelo menos três ciclos menstruais seguidos) e interferem na vida normal da pessoa. Em geral, esses sintomas aparecem cinco dias antes do período menstrual e desaparecem em até quatro dias após o início da menstruação.

    “O estrogênio e a progesterona são os hormônios que ajudam a controlar o ciclo menstrual”, explica a médica Amanda Kallen, professora adjunta de Endocrinologia Reprodutiva e Infertilidade da Faculdade de Medicina da Universidade de Yale e especialista da Junta Médica do Flo. “Os níveis desses hormônios flutuam ao longo do ciclo menstrual: o estrogênio é o hormônio dominante antes da ovulação [no período fértil], enquanto a progesterona predomina depois da ovulação [nos dias que antecedem a menstruação]. Essas mudanças no equilíbrio hormonal podem contribuir para o surgimento dos sintomas da TPM”, explica ela. 

    Quais são os sinais de que a menstruação vai descer?

    Vamos dar uma olhada nos sintomas mais comuns da TPM, que podem ser um indicador de que a menstruação está a caminho.

    1. Surgimento de espinhas

    Você já notou que o número de espinhas tende a aumentar perto da menstruação? É algo bem chato. Mas, se isso serve de consolo, saiba que mais de 50% das mulheres dizem que os sintomas da acne pioram na semana anterior à chegada da menstruação.

    “O aumento da progesterona antes da menstruação contribui para o surgimento de espinhas, já que faz com que a pele produza mais sebo (óleo)”, explica a Dra. Kallen.

    2. Seios doloridos

    É comum que os seios fiquem mais sensíveis ou até mesmo doloridos poucos dias antes do período menstrual. “Os seios podem ficar mais doloridos e inchados devido às flutuações nos níveis hormonais”, explica a Dra. Kallen. Por quê? “O estrogênio provoca a ampliação dos ductos mamários e a progesterona causa o inchaço das glândulas que produzem o leite. A combinação desses dois fatores faz com que os seios fiquem bastante sensíveis”.

    É importante saber como seus seios são normalmente em termos de aparência e sensação. O ideal é examinar os seios poucos dias após o fim da menstruação, quando é menor a chance de que estejam inchados e doloridos. Saiba que é normal ter maior sensibilidade nos seios antes da menstruação, mas se você notar mudanças ou tiver alguma preocupação sobre isso, busque orientação médica.

    3. Cólicas menstruais

    Quer saber se sua menstruação vai descer logo? As cólicas menstruais são um bom indicativo. “As cólicas abdominais relacionadas à menstruação são provavelmente causadas pelas prostaglandinas, substâncias similares aos hormônios que desencadeiam a contração dos músculos uterinos (fazendo com que o revestimento uterino descame) durante o período menstrual”, explica a Dra. Kallen. “Às vezes, a contração desses músculos provoca dores que irradiam até a lombar”.

    Algumas pessoas são mais propensas a apresentar esses sintomas antes do período menstrual. Um estudo com mais de 3 mil mulheres, publicado na revista acadêmica Journal of Women’s Health, constatou que aquelas que apresentaram níveis mais elevados de inflamação no corpo durante o fluxo mensal tinham uma maior probabilidade de sentir cólicas e dores nas costas.

    Embora seja normal sentir cólica antes da menstruação descer, nem sempre isso deve ser considerado um mero incômodo. Se as dores atrapalham sua rotina, busque ajuda médica. Um profissional pode recomendar alternativas para atenuar esses sintomas durante a menstruação e investigar se há algum outro problema. “Cólicas e dores nas costas muito intensas podem até estar associadas a outros problemas de saúde, como endometriose ou miomas uterinos”, diz a Dra. Kallen.

    4. Mudanças de humor

    Você já se pegou tendo acessos de fúria seguidos de ataques de ansiedade e depois estabilidade emocional, tudo no mesmo dia? Se você percebeu que suas emoções estão mais intensas do que o normal, esse pode ser um sinal de que a menstruação vai descer logo. 

    Acredita-se que os sintomas emocionais estejam conectados ao aumento e declínio de hormônios, principalmente à queda do estrogênio, que nos deixa mais irritáveis e para baixo. “Algumas pessoas também são mais suscetíveis à TPM devido a fatores genéticos ou transtornos do humor”, afirma a Dra. Kallen. 

    Mas apresentar sintomas intensos e que atrapalham a rotina pode ser um sinal de transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM), que é uma forma grave de TPM. Em geral, esse transtorno se manifesta na forma de ansiedade ou depressão perto do período menstrual. 

    5. Inchaço

    Apesar de ser um sintoma incômodo da menstruação, o inchaço é um efeito totalmente normal da menstruação no corpo. “O inchaço é desencadeado pela flutuação dos níveis hormonais. Por exemplo, o alto nível de progesterona pode tornar o trato digestivo mais lento. Isso causa prisão de ventre e inchaço”, diz a Dra. Kallen. “A retenção de água pode estar ligada a mudanças na alimentação perto da menstruação, quando aumenta a vontade de comer alimentos muito salgados ou doces”.

    Se o inchaço persistir depois que a menstruação acabar, é importante procurar ajuda profissional médica para descartar um problema mais sério.

    6. Cansaço excessivo

    Se você costuma se sentir totalmente sem energia e não consegue dormir bem antes do início da menstruação, saiba que outras pessoas também passam por isso. “A montanha-russa hormonal antes do período menstrual e as mudanças na química do cérebro podem afetar o humor e o sono”, explica a Dra. Kallen. O nível de serotonina, uma substância química no cérebro que interfere no estado de ânimo, geralmente cai junto com a diminuição do estrogênio. 

    O cansaço também é um dos primeiros sintomas de gravidez devido ao alto nível de progesterona, hormônio que tem papel essencial no primeiro trimestre da gestação e na segunda metade do ciclo menstrual. Na verdade, muitos dos primeiros sintomas de gravidez, incluindo cólicas, mudanças de humor, seios sensíveis e exaustão, são muito semelhantes aos típicos sintomas pré-menstruais. “Se houver alguma possibilidade de gravidez, faça o teste após o atraso menstrual”, aconselha a Dra. Kallen.  

    7. Secreção vaginal ressecada

    A secreção vaginal muda em cada fase do ciclo e é, muitas vezes, um bom indicador do período fértil. “Perto da ovulação, o colo do útero produz mais muco cervical. A secreção vaginal passa a ter uma textura parecida com a clara de ovo cru para aumentar a chance de fecundação”, explica a Dra. Kallen. Mas logo antes do período menstrual, essa secreção costuma ficar diferente. “Pode ser que você não tenha secreção ou que ela fique viscosa porque esse é o período menos fértil”.

    Sintomas pré-menstruais: conclusões

    Cada pessoa pode ter sintomas de TPM completamente distintos. Mas, sinceramente? Lidar com a TPM não é nada fácil. A boa notícia é que a maioria dos sintomas diminui ou some quando a menstruação desce. 

    Monitorar seu ciclo no Flo é útil para reunir as informações necessárias para seu médico diagnosticar se você tem TPM ou TDPM. Também é uma ótima maneira de ter mais controle sobre seu ciclo. Isso ajuda a entender melhor os sintomas de que a menstruação está a caminho e quais fatores, como dificuldade para dormir ou excesso de consumo de café, podem intensificar os sintomas da TPM. 

    Reconhecer esses sinais ajuda você a se preparar em termos físicos e mentais para o próximo período menstrual. Além disso, é uma oportunidade de prestar mais atenção ao seu corpo e se cuidar melhor.

    Referências

    Barth, Claudia, et al. “Sex Hormones Affect Neurotransmitters and Shape the Adult Female Brain during Hormonal Transition Periods.” Frontiers in Neuroscience, vol. 9, 2015. Crossref, https://doi.org/10.3389/fnins.2015.00037. Acesso em: 28 de fevereiro de 2022.

    “Beat the Bloat.” NHS, https://www.nhs.uk/live-well/eat-well/remedies-for-bloating-and-wind/. Acesso em: 2 de fevereiro de 2022.

    Gold, Ellen B., et al. “The Association of Inflammation with Premenstrual Symptoms.” Journal of Women’s Health, vol. 25, n. 9, setembro de 2016, p. 865–74.

    Hofmeister, Sabrina e Seth Bodden. “Premenstrual Syndrome and Premenstrual Dysphoric Disorder.” American Family Physician, vol. 94, n. 3, 1º de agosto de 2016, p. 236–240, www.aafp.org/afp/2016/0801/p236.html. Acesso em: 28 de fevereiro de 2022.

    Lucky, Anne W. “Quantitative Documentation of a Premenstrual Flare of Facial Acne in Adult Women.” Archives of Dermatology, vol. 140, n. 4, 2004. Crossref, https://doi.org/10.1001/archderm.140.4.423. Acesso em: 28 de fevereiro de 2022. 

    “Pregnancy: Am I Pregnant?” Cleveland Clinic, https://my.clevelandclinic.org/health/articles/9709-pregnancy-am-i-pregnant. Acesso em: 14 de fevereiro de 2022. 

    “Premenstrual Syndrome (PMS).” ACOG, www.acog.org/womens-health/faqs/premenstrual-syndrome. Acesso em: 28 de fevereiro de 2022.

    Sattar, Kaikhavandi. “Epidemiology of Premenstrual Syndrome, A Systematic Review and Meta-Analysis Study.” Journal of Clinical and Diagnostic Research, vol. 8, n. 2, 2014. Crossref, https://doi.org/10.7860/jcdr/2014/8024.4021. Acesso em: 28 de fevereiro de 2022.

    “Signs and Symptoms of Pregnancy.” NHS, https://www.nhs.uk/pregnancy/trying-for-a-baby/signs-and-symptoms-of-pregnancy/. Acesso em: 14 de fevereiro de 2022.

    Watson, Jessica, et al. “Use of Multiple Inflammatory Marker Tests in Primary Care: Using Clinical Practice Research Datalink to Evaluate Accuracy.” British Journal of General Practice, vol. 69, n. 684, julho de 2019, p. e462–e469. Acesso em: 14 de fevereiro de 2022. 

    Yonkers, Kimberly Ann, et al. “Premenstrual Syndrome.” The Lancet, vol. 371, n. 9619, abril de 2008, p. 1200–10.

    Histórico de atualizações

    Versão atual (23 de novembro de 2022)

    Revisão médica por Dra. Jennifer Boyle, Obstetra e ginecologista, Massachusetts General Hospital, Massachusetts, EUA

    Publicação (06 de dezembro de 2022)

    Neste artigo

      Experimente o Flo

      Sign up for our newsletter

      Our latest articles and news straight to your inbox.

      Thanks for signing up

      We're testing right now so not collecting email addresses, but hoping to add this feature very soon.